A Volkswagen lançou uma propaganda com um conceito inovador e que tem emocionado espectadores ao redor do mundo. Trata-se de uma produção que utiliza inteligência artificial para promover um “encontro” entre mãe e filha: Elis Regina e Maria Rita.

A propaganda, criada pela agência AlmaBBDO em parceria com a produtora Boiler Filmes e o apoio da prefeitura de Florianópolis, tem como objetivo apresentar o novo carro elétrico da marca, que é uma moderna recriação da icônica Kombi. A campanha promove uma emocionante experiência ao utilizar a música “Como Nossos Pais“, de Belchior, que fez sucesso na voz de Elis Regina nos anos 70.

No vídeo, Maria Rita aparece conduzindo o modelo elétrico ID.Buzz da Volkswagen enquanto canta a música que ficou imortalizada na voz de sua mãe. Ao longo do vídeo, são mostrados diferentes veículos da Volkswagen que marcaram época, como a Brasília e o Fusca, e, de repente, por meio da utilização da inteligência artificial, surge Elis Regina em uma recriação. Ela dirige uma Kombi ao lado do carro conduzido por sua filha, criando um emocionante dueto.

A propaganda tem conquistado o coração do público por trazer à vida, mesmo que virtualmente, uma das maiores vozes da música brasileira, Elis Regina, e proporcionar um momento único ao reunir mãe e filha em uma harmoniosa performance musical. Além disso, a mensagem de positividade e união transmitida pelo vídeo ressoa com aconchego ao coração.

Não restam dúvidas de que a Volkswagen encontrou uma forma cativante de divulgar seu novo carro elétrico, que carrega consigo um legado de nostalgia e uma conexão emocional notável.

 

A Tecnologia Deep Fake

Um aspecto fascinante da propaganda da Volkswagen que tem encantado o público é o uso da tecnologia Deep Fake. Esse termo refere-se a uma técnica em que inteligência artificial é utilizada para substituir a face de uma pessoa por outra, criando um resultado extremamente realista.

Por meio da combinação de diversos algoritmos complexos, a inteligência artificial analisou e reproduziu os traços faciais, movimentos, expressões e características vocais de Elis Regina, incorporando-os à sua recriação virtual.

É importante ressaltar que a utilização do Deep Fake na propaganda não foi apenas uma decisão técnica, mas também uma forma marcante de demonstrar a evolução da tecnologia e associar uma experiência emocional os espectadores aos carros da montadora.

 

Assista ao vídeo de Maria Rita e Elis Regina

Via Youtube: https://youtu.be/aMl54-kqphE

 

Processo ético pelo CONAR

Atualizado em 10 de julho de 2023
O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) abriu representação ética contra a campanha “VW Brasil 70: O novo veio de novo”, de responsabilidade da VW do Brasil e sua agência, AlmapBBDO, motivada por queixa de consumidores e com base no Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária, segundo o advogado Gabriel Britto a campanha contraria aluns artigos:

  • Artigo 27, em que um anúncio deve conter uma apresentação verdadeira do produto oferecido;
  • Artigo 37 – 2B, que prevê que, quanto às crianças e adolescentes os “anúncios deverão (…) respeitar a dignidade, ingenuidade, credulidade e inexperiência”
  • Anexo O – Veículos Motorizados” do Código: Maria Rita e Elis Regina cantam e olham uma para outra enquanto dirigem, “em desatenção e de forma imprudente, considerando que deveriam olhar de forma fixa o caminho e estrada à frente na qual transitam” – disse o Advogado

“Adicionalmente, questiona-se a possibilidade de tal uso causar confusão entre ficção e realidade para alguns, principalmente crianças e adolescentes” – disse o Conar.

O Conar disse que vai analisar as queixas sob o ponto de vista dos princípios de respeitabilidade.

A Volkswagen

A montadora declarou que o direito de imagem de Elis Regina foi acordado e feito com o consentimento da família da cantora.

“A intenção da Volkswagen com a campanha foi destacar a transição das gerações e a renovação da marca”

Com informações de O Globo