Dreamhost
Pois é, todo mundo falha, Murphy caminha lado a lado com a informática e o jeito é manter os clientes bem informados e com o máximo de eficiência.

Minha tara pelos feeds me levou a assinar o feed de status dos serviços da Dreamhost que contempla as atualizações (como a recente do WordPress para 2.0.5), upgrades de memória dos servidores e as indisponibilidades de serviço. É uma mão na roda, você fica sabendo rapidinho se existe algum problema que possa afetar o seu site/serviço. Você pode verificar todas as ocorrências no site de status: dreamhoststatus

Um exemplo de informação importante:

Selma denial of service attack
It looks like selma was under a large denial of service attack. It was receiving about 100mbit of traffic from a large number of hosts. The major offendors have been blocked at our firewall and we are working on identification of the target, as well as restoring service for the handful of websites which are still offline.

Apertando a tecla “SAP” você descobre que os sites hospedados no servidor “SELMA” estão fora do ar por causa de um ataque de negação de serviço. O maior ofensor do ataque já foi bloqueado no firewall e os serviços necessários para o funcionamento dos sites estão sendo reiniciados.

Mas como saber em qual das centenas de servidores o meu site está hospedado?


Bem simples:

  • Menu iniciar
  • Executar
  • Digite: “cmd” (sem aspas)
  • No prompt digite: tracert “endreço do seu site”
  • No meu caso: tracert www.doufer.com.br
    Este comando vai “pingar” todos os roteadores e servidores que estiverem na rota até o servidor onde está hospedado o seu site.

  • Verifique na última linha a informação do seu servidor como mostra o exemplo:

C:\>tracert www.doufer.com.br
Rastreando a rota para www.doufer.com.br [208.97.140.194] com no máximo 30 saltos:
1 1 ms <10 ms <10 ms 10.24.0.*
2 4 ms 4 ms 4 ms 10.211.1.*
3 6 ms * 5 ms 10.21.25.*
4 7 ms 8 ms 7 ms 200.170.46.*
5 9 ms 11 ms 9 ms ***.net.br
6 16 ms 9 ms 10 ms ***.net.br
7 9 ms 9 ms 9 ms ***.net.br
8 11 ms 12 ms 11 ms ***.net.br
9 11 ms 13 ms 11 ms ***.net.br
10 156 ms 275 ms 156 ms ***.net.br
11 154 ms 155 ms 154 ms ***.NET
12 171 ms 157 ms 160 ms ***.NET
13 192 ms 190 ms 191 ms ***.net
14 190 ms 192 ms 205 ms ***.NET
15 190 ms 194 ms 206 ms ***.net
16 183 ms 182 ms 191 ms ***.net
17 193 ms 192 ms 189 ms ***.net
18 193 ms 194 ms 194 ms basic-mop.mills.dreamhost.com

Pronto, na última linha estará algo como basic-mop.*.dreamhost.com onde * é o nome da máquina. Lembrando que isso serve para a Dreamhost e pode não funcionar para outros serviços.

Falando em máquina, olha só a configuração do servidor “MILLS” que está abrigando este mero blog:

Configuração da máquina:
Processadores:
2
Modelo:
Dual Core AMD Opteron(tm) Processor 175
Velocidade em MHz:
2.19 GHz
Tamanho do Cache:
1024.00 KB
Velocidade em Bogomips:
8755.6

Informações vitais:
Nome do Servidor:
mills.dreamhost.com
Versão do Kernel:
2.4.32-grsec+f6b+gr217+nfs+a32+fuse23+tg+++opt+c8+gr2b-v6.194 (SMP)
Distro Name:
Debian 3.1

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Você é novo por aqui? Assine o feed dos posts. Obrigado!
Você pode deixar um comentário, ou enviar um trackback do seu site.