Como, recentemente, comecei a usar o Google Earth em casa resolvi publicar algumas coisas aqui no Blog:

Nada andou fazendo tanto barulho entre as tecnologias sem fio quanto as siglas do GPS e a nova safra de serviços geográficos. É irresistível passar horas na frente do micro viajando pelas imagens aéreas e satélite do Google Earth, certo? Mas já tem gente vendo perigo nisso.

O governo da Coréia do Norte encabeça o movimento e protesta contra a turma do Google. Diz que as imagens podem ser usadas pelos seus inimigos militares.

De fato dá para ver no Google Earth algumas plantas militares da Coréia, caso de Yongbyon, famosa pelas pesquisas nucleares. Mas nada que revele grandes detalhes, ou que os “inimigos” equipadíssimos já não possam saber há tempos. São fotos tiradas ao longo dos três últimos anos e que variam muito de resolução de lugar para lugar.

As pesquisas militares, como se sabe, sempre estiveram na ponta da tecnologia. Foi assim que surgiu o próprio GPS em 1978. Você acha mesmo que o Google Earth é uma ameaça?

Fonte: www.info.abril.com


Você é novo por aqui? Assine o feed dos posts. Obrigado!
Você pode deixar um comentário, ou enviar um trackback do seu site.